quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

O que significa Flow para mim?

“Uma pessoa pode sentir-se feliz ou miserável pela alteração do conteúdo da consciência, independente do que se passa no exterior." (Mihaly Csikszentmihalyi)

Minha experiência de flow (fluxo) tem se desenvolvido de forma tão intensa nos últimos meses, que por vezes, nem eu entendo como consigo viver/criar com tanto entusiasmo e energia... talvez você já tenha se perguntado, o que é flow... eu já tinha lido muito a respeito, mas nunca vivido flow com tanta intensidade, podendo afirmar, que: aquilo que você mais gosta de fazer quando vivido conscientemente, possa transformar a sua rotina de vida tão satisfatoriamente.

Trabalhei muitos anos em diferentes turnos, e talvez por isso, tenha me libertado (na medida do possível) de agendamentos e compromissos na vida privada com muita antecedência. Gosto de estar com pessoas, trocar ideias, refletir e aprender (por qual meio essas atividades irão se desenvolver ou acontecer, não importa muito). Prefiro me sentir livre para decidir qual a melhor forma de aproveitar o dia – principalmente no outono/inverno quando os dias de sol são mais raros.

Eu sofri anos com enxaquecas horríveis, até entender que, o excesso de estrutura e organização me levava a viver uma vida de espectadora, submissa ao mirador de um pequeno olho-mágico que eu achava ser o certo, para me integrar melhor ao “Swiss way of life” (pois não havia mais espaço para espontaneidade), e o meu Self (Eu maior/espírito) gritava por uma autorrealização mais holística (abrangente): Quem é você, Alessandra??? O que te faz realmente feliz??? De que modo você quer crescer como pessoa??? 

Não deixar espaço para a criatividade, me custaram anos de angústia, até descobrir que a continuidade e/ou eficiência pessoal não depende somente de fatores externos. A totalidade (completude) humana nunca existirá no plano material... seria uma tentativa inútil continuar buscando por meio de padrões, moldes e ajustamentos culturais, mais felicidade. 

Entender como o homem desenvolve sua capacidade cognitiva e emocional (também por meio da filosofia) foi deixando tudo mais claro pra mim - amo a busca pelo conhecimento não importa o que esteja procurando entender/aprender - o que acontece mediante a nossa reflexão particular, não poderia ser superada (na minha opinião), por nenhum outro prazer humano. 

Entretanto, o que significa Flow para mim? Coisas simples: fotografar, nadar, colher materiais para fazer arranjos florísticos, aprender a cozinhar coisas gostosas e simples, mudar a decoração da casa, ler livros sobre desenvolvimento humano, arquitetura, filosofia, psicologia, assistir aulas/palestras ao vivo e via Youtube, trabalhar com a terra no jardim, conversar com pessoas, escrever, orar, meditar, "sentir" Deus... enfim, todo esse conjunto de afazeres/interesses me remetem ao Flow (plenitude do ser). 

No dia que fiz essas fotos, foi um exemplo ótimo para ilustrar na íntegra sobre o que escrevi aqui: a previsão do tempo foi melhor do que esperava e tudo contribuía para um dia perfeito ao ar livre - daí, sai sem hora pra voltar e vivi muito flow. A luz na pequena floresta de Au é esplêndida... o seu reflexo na água, e a pouca existência de sombra em meio às árvores de grande porte (uma raridade), faz tudo brilhar de uma forma magnífica.
E, então... era isso.
Paz, bem e muito flow para nós - sempre!



quinta-feira, 17 de novembro de 2016

O Céu em Assis/ Itália 2016

 (((Lugar Maravilhoso)))+(((Pedacinho do Céu)))
 O Cântico do irmão sol
 Sao Francisco  de Assis

Altíssimo, onipotente, bom Senhor,
Teus são o louvor, a glória, a honra
E toda a benção.
Só a ti, Altíssimo, são devidos;
E homem algum é digno
De te mencionar.
Louvado sejas, meu Senhor,
Com todas as tuas criaturas,
Especialmente o Senhor Irmão Sol,
Que clareia o dia
E com sua luz nos alumia.  
E ele é belo e radiante
Com grande esplendor:
De ti, Altíssimo é a imagem.
Louvado sejas, meu Senhor,
Pela irmã Lua e as Estrelas,
Que no céu formaste claras
E preciosas e belas.

 Louvado sejas, meu Senhor,
Pelo irmão Vento,
Pelo ar, ou nublado
Ou sereno, e todo o tempo
Pela qual às tuas criaturas dás sustento.
Louvado sejas, meu Senhor,
Pela irmã Água,
Que é mui útil e humilde
E preciosa e casta.
Louvado sejas, meu Senhor,
Pelo irmão Fogo
Pelo qual iluminas a noite
E ele é belo e jucundo
E vigoroso e forte.
  Louvado sejas, meu Senhor,
Por nossa irmã a mãe Terra
Que nos sustenta e governa,
E produz frutos diversos
E coloridas flores e ervas.
Louvado sejas, meu Senhor,
Pelos que perdoam por teu amor,
E suportam enfermidades e tribulações.
Bem aventurados os que sustentam a paz,
Que por ti, Altíssimo, serão coroados.
Louvado sejas, meu Senhor,
Por nossa irmã a Morte corporal,
Da qual homem algum pode escapar.
Ai dos que morrerem em pecado mortal!
Felizes os que ela achar
Conformes á tua santíssima vontade,
Porque a morte segunda não lhes fará mal!
Louvai e bendizei a meu Senhor,
E dai-lhe graças,
E servi-o com grande humildade

FIorença - Vista do Giardino delle Rose 05/16

Esses foram os momentos mais sentimentais que registrei de Florença na minha última viagem. Tinha chovido o dia inteiro e somente no fim da tarde, o sol apareceu com um sorrizinho maroto.  
 "Eu lhe asseguro, pode crer que quando fala o coração, às vezes é melhor perder do que ganhar você vai ver..." Discussão (A.C. Jobim - N. Mendonça)
Teria duas opções: fotografar rápido, ou não fotografar. Então, à vista disso, fotografei da onde estava mesmo, e fui somente mudando o foco para não perder tempo se tivesse que sair correndo. 
 E o resultado do meu imprevisto vocês estão vendo agora.
 "Eu não tenho paredes. Só tenho horizontes!" 
Mario Quintana
 "Tão bom morrer de amor! E continuar vivendo..." 
Mario Quintana
Eu sempre afirmo que a fotografia não é uma especulação metafísica (do além) é sim, uma experiência sobre a qual a vida se encarrega dos detalhes - sempre! Todos os registros são feitos pelos nossos olhos, ou melhor, pela forma como vemos o mundo. Mesmo que o motivo fotografado seja idêntico, sempre haverá outra interpretação, porque a percepção/assimilação de cada momento é única. 
Mas, deixando de lado a subjetividade, por certo, o contexto/cenário das minhas fotos é muito poético. Todavia, isso não significa que meu espírito não possa ser progressita - amo arquitetura moderna!
 “Dentro de mim, bem no fundo há reservas colossais de tempo, futuro, pós-futuro, pretérito.” 
Carlos Drummond de Andrade 
    “Sobre a terra, antes da escrita e da imprensa, existiu a poesia.” 
Pablo Neruda
 “Somos nossa memória, somos esse quimérico museu de formas inconstantes, esse montão de espelhos rompidos.” Jorge Luis Borges

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Ilha de Creta 2015

Poder visitar Creta em 2015 foi um grande privilégio - voltei com a alma iluminada para Suíça! Escolhi para mostrar aqui no blog, somente fotos de duas praias. Confira!
Em Kalives tudo estava perfeito para mim: a areia da praia, a comida, a sombra, a temperatura da água... 


 Amo salmão grelhado :-)
 Feta, feta, feta: Top




 ***
Praia de Elafonisi dispensa comentários ... simplesmente um sonho!





A melhor sopa de tomate da minha vida comi em Chania, na Amphora Taverna.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Viver Sendo...

Hoje, ao sair de casa, senti um único desejo: ser, nada além de ser... fui caminhando com calma e contemplando a legitimidade da minha grandiosa sintonia com Zurique - e às vezes, tudo que você pensa (e vive) poderá te trazer respostas imediatas de onde se encontra a sua vibração:





Minhas metas para 2016: 
viver (((sendo))) mais 
viver (((criando))) mais 
viver (((amando))) mais
LOVE




quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Minha Quintessência de 2015


Para nortear melhor o meu desenvolvimento pessoal, procuro continuamente criar um sistema de “controle de qualidade” com uma simples amostragem do que realmente funcionou na minha vida. Assim sendo, essa foi a Quintessência das minhas constatações no ano de 2015:

  • Não devemos confundir: dar o melhor de nós com dar tudo de nós, ou seja, apenas o melhor de nós já é o suficiente para resolver cada situação. Em 2015, tive que vencer inúmeros desafios chegando em vários momentos aos meus limites; chorei e sofri muito, pois sempre me comparava com quem tinha filhos, dois empregos, uma doença grave e por aí vai... até entender que o meu melhor, era a única coisa que interessa para o meu desenvolvimento pessoal. Problemas só mudam de nome e medos. 
  • As Comparações emocionais só pioram o nosso grau de entendimento das coisas. Por exemplo, se compararmos o tamanho do nosso medo com o medo das outras pessoas, vamos perceber que a nossa autoestima desaparece por completo. O segredo é nunca focar no medo, mas somente naquilo que nos faz seguir em frente: na nossa coragem. A plenitude do ser não acontece diante de comparações, ela acontece apenas quando entendemos nosso propósito existencial.  
  • Quando o “ter” tornar-se mais importante que o “ser”, tudo começa a dar errado.
  • O que realmente importa não é o que fazemos, e sim, se aquilo que fazemos está nos conduzindo para a nossa verdade pessoal.
  • Nossas metas jamais poderão ser realizadas quando invertemos os nossos deveres e/ou os nossos papéis sociais. Seja quem você é: amiga ou amigo, marido ou esposa, pai ou mãe e assim por diante. Considere isso: a posição certa na vida é onde você está. Tentar suprir as carências de qualquer pessoa que seja, só complica tudo. Já fiz isso algumas vezes e percebi o quando isso foi ruim. Para crescer, precisamos ser e viver a nossa verdade – não há meio de mudar isso. No meu caso: Eu, Alessandra, não tenho filhos. Ok, meu papel na minha família é de filha, irmã, prima, tia etc. Veja uma experiência que me serviu de grande lição: Quando minha sobrinha me visitou na Suíça (inverti o meu papel) e comecei a agir como se fosse mãe dela, querendo ser quem eu definitivamente não nasci pra ser, e tudo foi muito desgastante. Desfecho da história: eu não sou mãe, nem melhor amiga e nem terapeuta dela - sou exclusivamente tia, finito
  • O perdão sempre vence.
  • Quem não tem afinidade com seu mundo desaparece automaticamente - não vale a pena se preocupar. Agradeça pelo que teve que aprender e arquive o tema o quanto antes. Todo pensamento emite uma frequência - e essa lei nunca muda. Quando esqueço isso, noto o quanto me desequilibro emocionalmente. 
  • Cooperação e disposição são ferramentas vitais para o desenvolvimento pessoal – persistir sem cooperar é perda de tempo.
  • Uma das orações mais poderosas que já fiz: Livre-me de toda e qualquer crença baseada no medo – amém!
  • Agradecer é sempre a  melhor escolha a ser feita – não importa o estágio de sofrimento.
  • Reclamar nunca funciona.
  • O aprendizado constante leva ao conhecimento; o conhecimento à sabedoria, e ela ao respeito. Quanto mais nos tornamos conectados com a nossa verdade, mais entendemos que somente a humildade pode romper com os embaraços do nosso labirinto evolutivo.
  • Em essência, a evolução pessoal nunca acontece a partir do individual. As melhores reflexões só podem ocorrer por um foco novo de experiências relacionadas ao coletivo, e em circunstâncias de desenvolvimentos mentais diversos  - com pensamentos diferentes do nosso.
  • Sempre estaremos sujeitos a tentar suprir nossas carências emocionais; não basta apenas produzir pensamentos positivos para tentar vencer o ego (isso só funciona por pouco tempo). Essa foi a fórmula mais eficaz  que me ajudou a resolver isso: “Somente a sua verdade te libertará.” Um exemplo da minha vida que me permitiu a percepção de que as carências/medos têm várias nuances:
Eu pensava que tinha minha alimentação sob controle e nunca mais sairia do meu peso ideal. Quando voltei do Brasil, em janeiro de 2015, cheguei na Suíça com mais de 3Kg ... fui deixando de lado, e achando que o pensamento positivo resolveria. Resultado: engordei ainda mais. O que aprendi foi o seguinte: minha carência emocional ainda estava lá, só isso; o caso é bem simples, quando entendi o porquê estava tendo mais apetite, aceitei a minha verdade, fiz as pazes comigo, e assumi o meu medo. Daí pra frente, os pensamentos positivos funcionaram, porque foram construídos/baseados na minha verdade: perdi 7Kg sem sofrer e muito rápido.

E, em paralelo com tudo isso, eu fui ficando “tão de boa comigo”, que comecei intuitivamente a encarar meus cabelos grisalhos como uma das minhas verdades, e me deu vontade de parar de pintar novamente. Isso não quer dizer que não possa mudar de ideia, ou melhor, isso quer apenas dizer, que, no momento eu quero assim: 100% original!   



terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Minha Feijoada de Ajuste :-)

Essa é o tipo de receita que você pode fazer na Suíça sem se preocupar em encontrar os ingredientes da feijoada brasileira - pois sempre dá certo; no meu caso, eu utilizo apenas toucinho, chouriço e qualquer outro tipo de carne de porco que me der vontade (de preferência pré-cozida). 
Coloco tudo na panela de pressão junto com o feijão (que nunca deixo de molho) e levo por cerca de 1 hora para cozinhar - sem esquecer das folhas de louro e do caldo de verduras. 
Detalhe: quando tenho farinha e laranja em casa minha felicidade é completa! 

Salve a panela de pressão no inverno!

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Espetinhos de camarão com creme de abacate e rúcula

Prática e saborosa, essa é uma das receitas que gosto muito de servir no verão. Para o creme de abacate, você precisará apenas de azeite, mostarda, limão e sal (quando como abacate consigo ficar bem mais tempo sem fome). Outra dica super legal que fiquei sabendo, foi espalhar um pouquinho de sementes de gergelim por cima dos alimentos - passa a vontade de comer pão totalmente. :-)