quinta-feira, 31 de maio de 2012

Seehofgarten Küssnacht am Rigi


Nas minhas andanças por aí, resolvi de última hora, almoçar em Küssnacht am Rigi. Fazia algum tempo que não visitava o Seehofgarten, que para minha surpresa, tinha ganhado um novo "espaço Lounge." 


E é claro que tinha que testar o lounge :-) Aprovadíssimo!


O que sempre me fez voltar no Seehofgarten, além da posição privilegiada na beira do Lago dos Quatro Cantões/Lago de Lucerna  foram as àrvores antigas. Nada mais agradável, do que sentar à sombra de uma àrvore para conversar ou simplesmente relaxar.   


No Lounge, você tem que bater o sino pra pedir a conta, ou chamar o garçom... Pra namorar então, o lugar é tudo! 




Seeplatz 6
CH-6403 Küssnacht
Tel. 041 850 10 12
Fax. 041 850 10 22




Fischerei
Imagem: Google
Essa é a vista que se vê do Seehofgarten, quando tudo conspira a seu favor - que não foi o meu caso na última visita.


A Suíça é um convite ao savoir-vivre, principalmente com a chegada do verão. 


"Uf Wiederluege"



O Desabrochar das Rosas



Há uma semana, acordava todos os dias, e ia correndo abrir a janela para ver se as rosas haviam desabrochado...


...e ontem, o sol brilhou forte, lindo... e proporcionou uma explosão de cores no meu roseiral.


Quando as primeiras rosas desabrocham, é como se fosse a coroação de todo o meu trabalho no jardim. Nos primeiros dias, o perfume é tão intenso, que tenho vontade de ficar acampada ao lado delas. 


Quando voltei pra casa, no fim da tarde, o cenário estava ainda mais espetacular...  


Goethe amava tanto suas rosas, que celebrava o evento com uma linda festa no seu jardim. Eu sinto a mesma vontade, a força da inspiração se faz completamente presente em mim. 


As rosas são a manisfestação da beleza do impossível, uma profunda viagem ao magnífico explendor da natureza!


terça-feira, 29 de maio de 2012

Morcote no Lago de Lugano

Morcote é um vilarejo minúsculo, as margens do Lago de Lugano, pincelado de rosa e ornamentado com casas feitas de pedras... fica à 10 minutos de Lugano, e é de facílimo acesso.
Conheci Morcote por acaso e acabei me apaixonando de tal forma, que quase todos os anos, quando vou a Itália, ou ao Ticino, passo alguns dias por lá.



"Risotto Ticinese & Saltimboca" servido diretamente da forma de um maravilhoso Grana Padano...

...ou "Coniglio alla Ticinese" bem temperado com bastante molho... tudo isso vai poder provar na: 
Piazza Granda
6922 Morcote
Svizzera
Telefono + 41 91 996 18 96


Morcote tem pouquíssimas opções de hotéis. Eu sempre fico no Carina Carlton  porque fica de frente pro lago e posso nadar a hora que me der vontade e isso inclui: manhã, tarde e noite :-) sem falar da vista da varanda ao anoitecer. Julieta iria querer se mudar na hora de Verona para Morcote, tenho certeza! Olha só que visual...



Mas quem preferir ficar na piscina, o hotel tem um jardim muito agradável. 

Sondando a temperatura da àgua... 

"Dunque... vi aspettiamo!"


***

                                                            

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Valle Verzasca no Cantão de Ticino

Caminhar entre pedras, ouvindo o barulho da àgua? Tenho certeza que "ninguém" imagina o quanto gosto de fazer isso :-) Sempre que posso, fujo ao encontro da àguas.
A Suíça tem mil lugares que propriciam a essa aventura. O Valle Verzasca por exemplo, fica no cantão de Tecino, muito próximo a Locarno e o acesso é super fácil. 
Grande parte da paisagem nessa região é quase selvagem, e a àgua é de um tom verde esmeralda sem igual. 
Eu sempre costumo dizer, que viajar é uma questão de atitude, e depende de um um único critério: sua essência - se vc for uma pessoa curiosa por natureza, nunca irá achar obstáculos para isso. Pode ser para qualquer lugar - já visitei inúmeras vezes as pequenas florestas perto da minha casa e sempre sou surpreendida. Muitas vezes, até mesmo quando tinha que trabalhar no sábado, deixava tudo dentro do carro e quando chegava, era só pegar a chave e me alegrar com a viagem. Viajar ou estar em contato direto com a natureza, é entrar na artéria principal da vida... pulsando, vivendo, sendo.
As grandes variações de altitude no Valle Verzasca, contribuem para um conjunto de climas diversos. Você sempre deve estar prepado para uma mudança brusca, entre um lugar e outro. Sem falar na temperatura da àgua, que é geladíssima.
Quando iniciei esse blog, não tive qualquer pretensão de criar um blog de viagens - meu único interesse era de escrever sobre as coisas que gosto e dividir com quem quisesse ler; descobri coisas incríveis em vários blogs e tive vontade de retribuir, falando um pouco da minha vida na Suíça. Daí foi aconteceu de postar sobre minhas viagens, porque TAMBÉM gosto de viajar e fotograr minhas escapadas - nada além disso.   
Ponte dei Salti, em Lavertezzo - um dos lugares mais conhecidos do Valle Verzasca.
Quando você termina a caminhada, tira as meias, coloca o pé na àgua e deixa  a enérgia fluir novamente, bem devagar... respirando fundo... abre os olhos e agradece a Deus por ter vivido mais um momento assim... sua bateria foi totalmente recarregada para um mês - minímo.
Rio Verzasca e suas àguas esverdiadas... convite ao salto!
A Suíça é um país incrível! Com sua grande discrepância de altitute, você terá a chance de ver coisas únicas... às vezes, estou nadando no lago, ou fazendo caminhada e fico sem acreditar na magnífica beleza natural apresentada. Você saiu de casa, entrou no verde! 

terça-feira, 22 de maio de 2012

Canal Grande & Palazzos




Grande parte da melancolia de Veneza, parece ter sido depositada no Canal Grande. Mesmo que você só passe um dia em Veneza, esse seria o melhor passeio na minha opinião.


Palazzo Barbarigo 
no Campo San Vio



Várias fachadas principais dos Palazzos são voltadas para o canal.  


Pegar um Vaporetto na Piazza San Marco e percorrer o canal até a estação Santa Lucia - passeio super em conta com efeito "wow" garantido! 




Veneza, umas das mais belas obras que meus olhos já viram... 



A sensação foi a de um mergulho profundo, em um universo mágico. 


segunda-feira, 21 de maio de 2012

Saltimbocca & Galetinho Minutissímo!


Saltimbocca é uma das receitas ao minuto que já testei com várias visitas e nunca, até hoje, ouvi alguém que não goste. Geralmente deixo o açougueiro prepara-lós e é só chegar em casa e mandar ver... rapidissímo e deliciosissímo. Abobrinha, tomates e pimentão pincelados com oléo de oliva, tempero a gosto, leve ao forno pré-aquecido por 30 minutos à 190° graus e o triumfo desse jantar será todinho SEU.   


Se encontrar essa maravilha para comprar, nem penso duas vezes e vira sobremesa. Framboesa é uma das frutas mais aromáticas que existem. Acho alto-astral servir algo com framboesa ou morango, quando sento na varanda. A mesa fica linda.


E esse galetinho... meu Deusssss, ficou maravilhoso! Acompanhamento mega minutissímo - sentei no jardim e esqueci do mundo... tudo preparado na churrasqueira... achei dessa vez uma solução para o milho - comprei cozido e só dorei na grelha... muito melhor que antes! As batatas primeiro, depois o galetinho e por último as espigas... comemos super bem e com o minímo de trabalho. 



A melhor maneira de curtir um dia de sol, do começo ao fim... termina ou começa com um churrasco. E Salve o galetinho na brasa!